Marcia Simões

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Artesanato, minha vida!



A arte surgiu em minha vida sem mesmo que eu notasse,
Hoje é uma necessidade a sua presença.
Eu, desde pequenininha, acompanhei minha mãe
Com as linhas, tecidos, agulha e alfinetes.
Ela não ensinou a costurar,
Me deu o orgulho, e a busca pelas artes.
Gosto de lembrar do barulho da máquina,
Dos retalhos pelo chão, do seu jeito, das suas criações!
Daí a minha paixão pelo artesanato.
Em cada peça há um desejo acreditar.
Na trajetória ao reino do artesanato: Eu posso tudo!
Já descobri várias possibilidades...
Ele não trás em minha vida; só o fato de fazer.
É a minha terapia, manuseadas também com as ferramentas do coração!
É a alegria e o prazer de construir
Movidos e motivados pelo puro prazer,
Sendo absolutamente algo indefinido.
É variar, definir formas em tecidos e feltros,
É se doar, se projetar, a flexibilidade ...
É a alegria em usar a criatividade,
A Simplicidade e plena satisfação expressada através da arte.
Trazemos alusões das fantasias,
Há pessoas que cozinham, outras falam e dançam,
Muitas cantam, algumas escrevem e
Há as que desenham e pintam.
EU, “Acredito no que faço e faço o que amo”,
Num processo de desenvolvimento físico, espiritual e intelectual.
Para todos aqueles que querem fazer parte integrante da essência humana,
Buscam craft em suas vidas.
Arte não é apenas mais um negócio…
É a minha realização pessoal; minha paixão!

Fiz este poema para participar de um desafio no Blog da Lu, Aertes da Luci. Foi bom falar do coração de atos que temos com as mãos! Espero que goste!
Bjs, Marcia
Postar um comentário